Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Estranho Mundo Espectro


















Estranho mundo / Espectro

Porque no inferno de nós / seres alumbram
Raios de luz que se enlaçam / espectrais íntimos
Nas idéias tomam forma / gravitam imos...
Primores férteis que buscam / galanteios da brumas
O que na mente se torna / o sensório apruma
Consciência do invisível / diáfano ao tocar
Delírio imenso, um nó / a vértice do tino... em nós
Miguel / Ka*

Espectro*

seres alumbram
espectrais íntimos
grafitam imos...
galanteios das brumas
o sensório apruma
diáfano ao tocar
a vértice do tino... em nós
Ka*

Espectro / Estranho mundo

Seres alumbram / porque no inferno de nós
Espectrais íntimos / raios de luz se enlaçam
Gravitam imos.../ nas idéias tomam forma
Galanteios das brumas / primores férteis que buscam
O sensório apruma / o que na mente se torna
Diáfano ao tocar / consciência do invisível
A vértice do tino... em nós / delírio imenso, um nó!

Ka* & Miguel-

Um comentário:

Karinna* disse...

*Esse impressiona-me sempre. Até pelo fato de quando interagi, não me percebi que completava em todas direções...
BjM-
Ka*

*LINDA SEMANA PARA NÓS*