Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

domingo, 28 de fevereiro de 2010

















Em Glória

Mesmo que um beijo, oráculo à natureza
Veio pousar nas colinas dóceis em constância
Qual mão hesitante, reclina-se oferenda suave néctar
Em cada seio um cravo, vislumbre de infinitos- ceda ao ídolo
Elegante auréola, talvez véu, suspiro exale
Cor de rosa das ternuras- a glória- o fruto exato.

Miguel- & Karinna*

Nenhum comentário: