Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Prelúdio*

Prelúdio

*

Em Movimento... a Ausência

Todo branco musical
E o azul não cabem em mim
Nem mesmo a terra úmida convida...
Para a rosa. Enfim!

Só o teu olhar memoriza
Fincado na sereia de seda - o que sou...
No seio redondo em taça sonho
Tuas pestanas douradas sementes
Bebendo a sede de estar - estranho amor.

Só o teu sorriso macio, musica
Uma água em um rio dá notas
Das nuvens alvas frágeis
Nas grutas da pele formam
Tuas mãos de alabastros - serpentes.

No tempo estático insone
Um poema em gozo memória
Ainda não cabe distante
Nas palmas do vento errante.

Só a vigília
A fantasia propícia tece
A hegemonia dos corpos – imagens
Sombreados sem sentido
Na hélice o movimento – queixas
Em nós, de nós
Majestosamente humilde
O mundo há de girar poema

Karinna*  &  Miguel-

Nenhum comentário: