Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

quarta-feira, 3 de março de 2010

Açucenas*

*
Açucenas*



-ser a dança dos perfumes-



aveludada a carne que palpita
prazer perfumado que antecipo
na luz que me dissolve fragrância



-ser a melodia dos gemidos-



feito sopro de puro desejo
parte do teu infinito e plena
um pórtico enfeito de tílias



-ser jardim de açucenas-



Karinna*








-ser jardim de açucenas-



A própria sutileza
Alegria caprichosa
Instante da imaginação
Que ilumina o Iris
Onde a busca passeia...
Nada é mais nada
Que o diminuto lapso
Sentimento breve
Da sensação
Que o céu disfarça
Mas não nega!



E faz delirar, até florir.



M-

Nenhum comentário: