Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

domingo, 16 de maio de 2010

Átrio*-


Átrio*

Sonho teu olhar aceso em mim seguro
Fagulhas tantas, carinhos muitos
Cobrindo espaços entre silêncios
Inflamado mundo arde no sideral
Enquanto nos fizemos soluço uno

Sinto teu pulsar sorriso ardente
Devoção de promessas, flores carnais
Jardins de rosas impossíveis
Sempre o muito agora e o amanhã apenas
Sons e sons de quero mais e mais

Colho teu beijo fresca brisa
Suspenso no átrio do céu mundo
Horizonte abriga o verbo inscrito
O doce querer da certeza serena
Dádiva de amor profundo...

Karinna*

*
Resposta em prece bem doce
Um brinde ao bom gosto dedico
Não há limite, nada além do brilho
Que a tua tez de flauta não saiba!

Há uma ooisa despida que apaixona
Descalso verso no céu da boca
Que sem fingir, finge tanto...

Pôr do sol em rosto pintado-

Miguel-

Um comentário:

Miguel Eduardo Gonçalves disse...

Karinna*, essa tua poesia é magnética e fecunda em luz que te reveste a alma... És poeta sensacional, que intenta e logra numa criação que é tua aldeia literária, ressonância musical!

BjK
M