Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

quinta-feira, 6 de maio de 2010

NO TEU CORPO DE MULHER - TARA*














No teu corpo de mulher

Tímida a palavra
Se me revela
Poesia inteira
Além das evidentes
Imagens evasivas

Edifício da música
O pensamento é sábio
Limítrofe do mistério
No exercício da procura
À resposta sem limites

Pequeno ideal que te constrói
Luxúria azul do céu

Miguel

No teu corpo de mulher

Tímida a palavra água pura
Se me revela perfeição em concha
Poesia inteira nas mãos famintas
Além das evidentes gotas e estrelas
Imagens evasivas abrem-se vida...

Edifício da música vibração de brisas
O pensamento é sábio comunga
Limítrofe do mistério terra e fogo
No exercício da procura corpo seara
À resposta sem limites abriga-me, santa tara...

Pequeno ideal que te constrói puro gesto
Luxúria azul do céu – amante amplexo-

Miguel- & Karinna*

Tara*-

Água pura
Perfeição em concha
Nas mãos famintas
Gotas e estrelas
Abrem-se vida...

Vibração de brisas
Comunga
Terra e fogo
Corpo seara
Abriga-me, santa tara...

Puro gesto
-amante amplexo-

Karinna*

Nenhum comentário: