Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Décima com réplica de Karinna*


















Mapa da escuridão inebriada
Já nos teus olhos abre-se brilhante
Num corpo em claridade leve e intacta
E posso ver-te obra florescida
Em paisagem que aos olhos faz enfeite
E em linha dos suspiros mais secretos
Quero tocar na flor perpetuando
Líquidos vivos, línguas metafísicas
Em que a noite galopa insaciável
Num instante em que extático te miro

Miguel-


E, Karinna* replica:


Júbilo*

Vestida de sonhos
Em luas de veludos
Pigmentos sonhadores
Rebrilham paisagem
Nas pálpebras ungidas
Estrofes de amores...
Desnuda de reticências
Sonata de dedos
Refulge o templo esguio
Um gesto suspenso
Um meneio de improviso...
Coberta de doçuras
Alma cantarola um acorde
Sopro de rendição
Promessa a prumo
Flor desnuda intumesce
Um convite grifa a pele
-desejos maduros-

Karinna*

Nenhum comentário: