Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Madrugada* Reza-

Madrugada* / Reza-

A voz do corpo cresce / interpretação
Se dispo-me Lua / não exercito a poesia
Langorosa na noite / tempestade
Meigamente pura / submissa
A vontade brada herege / tristeza antiga

Traço letras em teu leito / vou à origem
Sou fenda oculta do céu / orquestral
No fremir das tuas veias / além cânticos...
Do que foste e ainda és / infernal
Prostro-me ao pulsar do teu tempo / vento de beijos!

No fascínio que nos verga / aprendo a desejar
Na adaga que nos corta / esparramando-nos
E o lume que nos guia / não disfarça
Dilui-se na pele sonhada / cada momento-
A estrela para, o olhar treme / embascado
Nosso nome único geme / zumbe na alma...
No ventre carinhoso da madrugada. / Incêndio!

Karinna* / Miguel-

Nenhum comentário: