Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Pétalas- Granadas*



Pétalas- Granadas*

Transportando a mente sou guardião
Teus lábios um coração sôfrego
Rabiscam na fecunda noite
Idioma silencioso lateja a inquietação
Que afogueia o ser-doce açoite-
Insinuante verbo a língua faminta
Que acende a pele rastros de fogo
Tateando o nada antegoza o tudo
E se forma em torno-tremor pleno-
Do que é impossível
Dizer-te...

Miguel- & Karinna*

Granadas*

sou guardião
um coração sôfrego
na fecunda noite
lateja a inquietação
-doce açoite-
a língua faminta
rastros de fogo
antegoza o tudo
-tremor pleno-
'do que é impossível
dizer-te...'

Karinna*

2 comentários:

Amadeu Paes disse...

Tâ vendo DOna karina, não adianta fugir de mim, até aki te achei. kkkk

bjs.

Agora tô no teu rastro

Sylvia Rosa disse...

Tudo por aqui é muito refinado.
Parabéns ao casal...
Feliz semana