Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

domingo, 12 de dezembro de 2010

Testamento*-





Testamento*


sonha comigo devagar
nas dobras rutilantes das palavras
cria um verso prateado
numa tela pintada de maresia na alva
pinta a cor do infinito
no trincar das letras que pedem vida
não permitas que eu me vá assim
sem o gosto soberano deste vício
sem a verdade da poesia
que mora no teu sorriso...


Karinna*


**** **** ****


Vejo uma opacidade transparente
Que domino como me domino em sonho
Um sonho cor de rosa em tom azul
Que habita a indecifrável inconsciência...

Vejo anjos que não choram nem sorriem
Que epavoram-se ante a minha impaciência...


Miguel-
**
*












Um comentário:

Miguel Eduardo Gonçalves disse...

Obrigado, Ka*, apesar de ter feito as vezes da Mãe Noite nesse escrito, o sentido faz-se como lágrimas ao vento... Os contornos pretendidos são interiores e a mensagem é densa de pressentimentos. não poderia ser diferente. diante de atemporal encanto!
BjK
M

PS.: Li o teu comentário no dueto anterior e digo, assim não vale, ficar me incendiando com tais elogios! A junção ficou perfeita, e sempre que leio esse trabalho fico extático, admirando cada verso, cada palavra mágica tua.