Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Bailarina* Singular-



Bailarina*

Fulgura a Poesia num espelho de prata
Rutilantes os gestos por entre assombros
Desfila imperiosa, tal mulher enfeitiçada
Abrindo veredas nos meus olhos
Por vezes em versos amplos.
Faz mesuras com palavras
Traz nas mãos sagradas as rimas
E corações em laços de fitas.

Em beleza explode imensa
Poesia, tal bailarina
Faz do Amor, graça plena...

Karinna*

***

Singular-

estreita ligação
vida e prova
pode dispensar
transformação...
onde há o palpitar
nos grãos como sementes
os cravos e as rosas!
como bem indicam...

único passo e
boca sequiosa
-fácil trajeto e mulher!-

Miguel-

Um comentário:

Miguel Eduardo Gonçalves disse...

Pois já não disse que ficou lindo! Não? Então está dito. FICOU LINDO!!
BjK-