Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Lua Rendada* / No céu acastelada-


Lua Rendada* / No céu acastelada

Coberta da noite / Lá está
Plena de luz / Como em minha cobiça
Fios de amor / Entre nuvens
Nos olhos acesos / Do torpor
Um brilho quase azul / Em sonho a fábula

Tangíveis seus reflexos / Tanto segredo
Dedos de sedas prateadas / Numa hora
Nela tudo é alva, doce magma... / Cotidiana

Despida de si, pintada de nada / No poder de adivinhar
Dá-se à noite morena / Pétala vaga
Num vestido transparente / Qual instante indiferente
Gola rendada / À vida votada
Estrelas diadema. / Em noite abandonada

Lua mistério / Minha fraqueza
Abre-se em segredos / Para fora de mim
Pousa seu cântico / Derrete-se
Delírios em meu leito / Pura verdade

Karinna* / Miguel-

Um comentário:

Karinna* disse...

*Essa musa Lua rende poemas maravilhosos...
Esse casamento de versos está perfeito!
AS imagens poéticas se fundem e ela torna-se rendada, diáfana, brumosa, fascinante...
Ah...sou suspeita, mas nossas parcerias são belas!
BjM-
K*