Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

quarta-feira, 4 de maio de 2011

SER POESIA INTEIRAMENTE



















Poeira Azul-

E nesse devaneio penumbroso
madeixa da tocha
vi transformar-se
em semente novinha em folha
farejando um destino marchetado em carmim
aquele das pétalas cheirosas!

E é sonho recorrente
que navega nas águas de céu
como são teus olhos
jóias profundas de uma alma
que se fala por luzes caras.

A vida te quer sim
e tudo que nela há
voa em teu horizonte
donde partiu
porque faz parte de um colorido
como devem ser e serão
decerto as horas todas
pelos vários planos
da poeira azul que faz este mundo...
-Porque somos quem nos pensa-

Miguel-


Réplica

'Porque somos quem nos pensa'
Um sol escaldante
Uma lua peregrina
Um verso latente de um poema...

'Porque somos quem nos pensa'
Talvez o laço de um cedilha
Um lapso de desejo feroz
O som fulgurante da partilha...

Porque sou o que não fui
Trago nas mãos rubras rimas
Sopro melodias descabidas
Desenho nas vidraças Poesia

Porque sou o que sou
Fito o infinito na letra
Um horizonte sedutor me acena
E toda dor esvai-se estrela...

Karinna*

Um comentário:

Karinna* disse...

*sem palavras seculares para descrever meu sentir, talvez se eu falasse a linguagem dos anjos...
BELO!
BEIJO-TE
k*