Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

quinta-feira, 19 de julho de 2012

NO CIMO DA SENSAÇÃO-/QUEBRANTO *





NO CIMO DA SENSAÇÃO



Ardilosa intimidade
Que sustenta árdua paixão,
Escultura que me invade
E se funde à tentação...


Todas as forças dispersas
E o momento se alicerça,


E agora esse dia acima
Da gente, sol em pedaços,
São gestos da pura rima.


Indício claro e propenso
A um fato em pleno consenso!


(Miguel Eduardo Gonçalves)

******


QUEBRANTO *



apraz-me delinear a emoção
palpável e suada
como rosas em pétalas
nos rubros carinhos
onde as peles se dão...


-santa e profana união-


dos meus olhos
nasce a noite sentida
-íntima sensação-
na partilha sou apenas sopro
clara e terna rima
trago-te sagrado
na poesia do coração...

somos feitura dispersa
nos caminhos dos beijos
-rotas de um luxuriante consenso-
das luas que nos amam
nas noites de desejos


-e as manhãs sonham nossa devoção-


Karinna*

Um comentário:

Miguel Eduardo Gonçalves disse...

Linda interação, daquelas em que se aninha, pensando: nada a fazer, a mudar, nasceste pronta poesia, como chuva de ouro, pelo rastro que deixa!!