Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

domingo, 6 de janeiro de 2013

Eternidade*-

 
 
 
Eternidade*-
 
agarras-me com teus olhos tão graves
e o sonho é só um detalhe... quem possa conhecê-los


um fio tênue de razão que há na fantasia
teima caiar o beijo muito da ousadia
nunca sentido na pele o jeito humano
contudo, absorvido no verso -algo supremo
sem realidades, nem bebedeiras, como o desejo
apenas coragem, sabor e olfato... dos corações sossegadamente


tal qual definir Amor que não se ausenta
tentativa vã de ser numa lágrima
mesmo quando a noite embriaga-se o destino da esperança
de tanto não ter... se acha tido


-Amor eternizado na palavra que se tem- porque assim o sinto partido...


Ka* / MEG

Nenhum comentário: