Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

terça-feira, 23 de junho de 2015

MOTE - TELA DE FRANCISCO SERRA



Pelo instante perdido que nos mata aos poucos
DESPUDORAS-ME NUM ÁTIMO
Hábito das verdades que o ciúme aniquila
DESTRINCHAS-ME ALMA E CORPO
O apetite tolhido do olhar que espreita
PELA TUA BOCA SINTO MEU SONHO
Sutileza caprichosa e tristeza infinita
DESLIZO ENTRE NOSSAS FRONTEIRAS
... 
Lascivo instinto entorpecido
NA MEMÓRIA DO NOSSO GOZO
Sei que sabes quanto e como gostas
JUNTOS SOMOS O MUNDO
Porque é formosura pela qual desmaia o dia
COSMOS SEM SOLIDÃO
A mostrar sua fluidez nos traços em que explodes fugidia! 
TULIPA AVERMELHA A VIDA , PULSAMOS CORAÇÃO!


Miguel- & KARINNA*

Um comentário:

Luiza De Marillac Bessa Luna Michel disse...

Uma maravilha de dueto dos dois grandes escritores amigos, beijos