Sobre o Blog...

Encontro poético em que inexiste a cronologia dos poemas. Pensamos em deixar registrada uma obra que reúna qualidades individuais sob um mesmo timbre, nossa marca entendida lado a lado. Registro de luz em olhares gêmeos fecundados na sementeira do verso... Quatro mãos, uma Poesia, almas em parceria.
Miguel- & Karinna*

sábado, 11 de julho de 2015

AMULETO- UM NORTE, AO SUL*

 
 
AMULETO-

 Como fruta no pé
Adoças meu gosto
Teus encantos perduram
Árvore frondosa...
Numa só flor
Mais rara que o segredo colha
Na lenta gostosura de um sonho!


Miguel Eduardo Gonçalves-


****

AMULETO- UM NORTE, AO SUL*

 Como fruta no pé sabores de máxima cor
Adoças meu gosto em suspiros singelos
Teus encantos perduram no olhar esverdeado
Árvore frondosa... telúrico ninho garboso...
Numa só flor jasmim em tons de azul
Mais rara que o segredo colha cósmica sensação
Na lenta gostosura de um sonho!


Miguel Eduardo Gonçalves- & Karinna*
 

****

UM NORTE, AO SUL*

 sabores de máxima cor
 em suspiros singelos
 no olhar esverdeado
telúrico ninho garboso...
jasmim em tons de azul
cósmica sensação
Na lenta gostosura de um sonho!


Miguel Eduardo Gonçalves- & Karinna*


****

3 comentários:

Miguel Eduardo Gonçalves disse...

Tal e qual mantra, que redemoinha por todos os recantos, orquestra o dia e em afagos de verbos se faz!

MARILÂNDIA MARQUES ROLLO disse...

SENSACIONAL DUPLA! VERSOS NUM AVELUDADO ARREBOL!!!

Marilândia

MARILÂNDIA MARQUES ROLLO disse...

SENSACIONAL DUPLA! VERSOS NUM AVELUDADO ARREBOL!!!

Marilândia